Google+ seguidores

Organização do programa de intervenção precoce

Os programas de intervenção precoce desenvolvidos em instituições educacionais ou
escolas especiais geralmente sofrem influências do modelo médico e terapêutico do atendimento
individualizado da criança, enfatizando muito pouco o trabalho conjunto com a família e a escola.
O programa elaborado numa abordagem pedagógica tem como focos:
• escutar e acolher a criança e seus familiares;
• trabalhar a partir das possibilidades e potencialidades da criança, tendo em vista o
desenvolvimento integral;
• atender às necessidades específicas no contexto familiar e escolar;
• apoiar a relação dialógica e interações positivas mãe-criança, criança-criança, mãemãe;
• respeitar as prioridades, os pontos de vista e a cultura das famílias;
• valorizar os elementos psicoafetivos pela interação em brincadeiras e jogos sociais
em grupo;
• desenvolver o programa em pequenos grupos, valorizando o brincar, a troca de
experiência e a construção coletiva do conhecimento entre crianças e familiares;
• privilegiar atividades lúdicas de interação, comunicação, artes, cultura, lazer e
recreação, e
• mobilizar a comunidade para atitudes positivas e apoio comunitário às crianças e
familiares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário